top of page

O SORO ANTIOFÍDICO

Texto: Giulia da Silva Marchiori


O soro antiofídico é o antídoto contra o veneno de serpentes, essa descoberta salva vidas diariamente.


Imagem 1: Mostra a extração do veneno de uma serpente para a preparação de soro antiofídico. Foto retirada do Instituto Vital Brazil.


A soroterapia vem sendo desenvolvida desde 1890, mas foi em 1894 que pesquisadores descobriram que o soro produzido por animais imunizados tinha propriedades curativas. Mas, eles acreditavam que uma única formulação de soro seria eficaz para qualquer tipo de acidente com serpentes. Porém, o médico e pesquisador Vital Brazil comprovou que para cada veneno é necessário um antígeno diferente, esta descoberta foi adotada mundialmente mudando o cenário da produção de soros antivenenos.


Mas, você sabe como é produzido este soro? Não? Então vamos aprender!


Primeiramente, a equipe responsável extrai da serpente o seu veneno, como é mostrado na imagem acima, e o transforma em antígenos, que são substâncias que estimulam a produção de anticorpos pelo sistema imunológico. Para o segundo passo é necessário um cavalo, os antígenos preparados na primeira fase são aplicados nesses animais em pequenas doses de forma que não prejudique sua saúde, assim provocando a produção de anticorpos, como já foi dito acima.


Após esses procedimentos, o plasma, parte do sangue onde os anticorpos se mantêm, é coletado, separado, passa por testes e  enfim submetido a processamento industrial utilizando métodos físico-químicos. Ao final do processo obtêm-se um soro específico, com anticorpos purificados que serão colocados em ampolas de 10ml.

Uma curiosidade é que Vital Brazil, ao receber a patente do soro antiofídico decidiu doá-la ao governo brasileiro, com a promessa de que o soro fosse distribuído a todos de forma gratuita, pois umas das suas preocupações era a Saúde Pública.


A importância da descoberta do soro antiofídico é inegável, ele é o único tratamento conhecido e cientificamente comprovado para os acidentes ofídicos. Vidas são diariamente salvas graças a essa descoberta.



Referências:

INSTITUTO VITAL BRAZIL. Vital Brazil Mineiro da Campanha. Disponível em: https://www.vitalbrazil.rj.gov.br/historia-cientista.html . Acesso em: 09 de MAIO. 2023.

MONACO, L.M.; MEIRELES, F.C.;ABDULLATIF, M.T. Animais venenosos: serpentes, anfíbios, aranhas, escorpiões, insetos e lacraias. Instituto Butantan.2017.

PORTAL DO BUTANTAN. Como é produzido o soro contra o veneno das cobras?. Disponível em: https://butantan.gov.br/bubutantan/como-e-produzido-o-soro-contra-o-veneno-das-cobras . Acesso em: 10 de MAIO. 2023.

CUNHA, L.E.R. Soros antiofídicos: História, Evolução e Futuro. Journal Health. 2017.




82 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page