top of page

CLOACAL POPPING OU ESTOURO CLOACAL: O “PEIDO DA COBRA”

Texto: Carolayne Santino da Silva

Imagem 1 - Micruroides euryxanthus. Foto: Todd Pierson, 2011.


Apesar do título da matéria soar engraçado, muitos comportamentos presentes no mundo animal, possuem uma relação com a história natural da espécie. Com as nossas queridas cobras não é diferente, até mesmo quando se trata do “peido” delas. Sim, algumas espécies de serpentes também fazem isso.


Na biologia, chamamos de “estouro cloacal” o som que é emitido pela cloaca das serpentes. Até o momento, duas espécies são conhecidas, na literatura científica, por possuir a capacidade de “peidar” e utilizar esse comportamento como um mecanismo defensivo: Micruroides euryxanthus e Gyalopion canum.


Durante experimentos realizados, os pesquisadores descobriram que ao estimularem com as mãos as serpentes, o estalo cloacal era iminente e que esse fato, associado a outros mecanismos de defesa, leva a crer que o estalo cloacal dessas espécies de serpentes também surgiu como um outro mecanismo de defesa.

Imagem 2 - Gyalopion canum. Foto: Todd Pierson, 2011.

O fato de duas espécies distintas também compartilharem este mesmo mecanismo defensivo sugere que o estouro cloacal evoluiu em decorrência de haver um mesmo predador comum para ambas, visto que são espécies simpátricas, ou seja, que habitam a mesma região geográfica.

Conta aí, você sabia desse fato? Bem curioso, não é?


Referência:


YOUNG, B. A.; MELTZER, K.; MARSIT, C.; ABISHAHIN, G. Cloacal Popping in Snakes. Society For The Study Of Amphibians And Reptiles, v. 33, n. 4, p. 557-566. 1999. Disponível em: https://doi.org/10.2307/1565572.

103 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page