top of page

ANUROS E SEUS OLHOS GRANDES: VOCÊ JÁ SE PERGUNTOU POR QUE SÃO ASSIM?

Texto: Carolayne Santino


Imagem 1 - Espécime de Boana albopunctata. Observem como seus olhos parecem "saltar" para fora da cabeça. Foto: Thiago Marcial.


Já estamos acostumados a ver animações que sempre representam os sapos com seus olhos enormes, seja em desenhos, pelúcias, esculturas, etc. Não que isso não seja verdade, afinal, essa é uma característica marcante desses incríveis animais. Mas, você alguma vez já se perguntou o motivo pelo qual a evolução deu aos sapos olhos tão protuberantes? Se a resposta for “não”, vem com a gente nessa matéria para descobrir!


Imagem 2 - Espécime de perereca arborícola Phyllomedusa tomopterna. As setas mostram o quão protuberantes são seus olhos em relação a cabeça. Foto: Thiago Marcial.



Um dos motivos mais curiosos e interessantes, é o fato de que os anuros usam seus grandes olhos para comer. Como assim??!! Isso mesmo que você leu. Os anuros se beneficiam do tamanho dos olhos para conseguir empurrar seu alimento para o esôfago e, consequentemente, até o estômago. Quando predam algum inseto, por exemplo, eles fazem rapidamente o movimento de fechar e abrir os olhos, pois é justamente esse movimento de abre e fecha que ajuda a empurrar o alimento para baixo.



Imagem 3 - Rã da espécie Barycholos ternetzi. Notem que mesmo sendo um anuro de pequeno porte, essa ranzinha também possui olhos grandes em relação ao corpo. Foto: Thiago Marcial



O outro motivo está relacionado com o gasto energético, ou seja, o quanto esses animais gastam energia somente na visão. Mas, por que isso acontece? Os pesquisadores descobriram que, pelo fato desses animais habitarem áreas de florestas complexas, precisam investir muito na visão para se alimentar, observar potenciais predadores e, no caso dos anuros arborícolas, saltar de um galho para o outro com precisão. Em resumo, os cientistas querem dizer que a ecologia (habitat) influencia na morfologia dos olhos desses animais(nesse caso, o tamanho), tanto para olhos muito maiores quanto para olhos pequenos, no caso dos anuros fossoriais.



Referências:


LEVINE, Robert P.; MONROY, Jenna A.; BRAINERD, Elizabeth L.. Contribution of eye retraction to swallowing performance in the northern leopard frog, Rana pipiens. The Journal Of Experimental Biology, [s. l], p. 1361-1368, 19 jan. 2004.


THOMAS, Kate N. et al. Eye size and investment in frogs and toads correlate with adult habitat, activity pattern and breeding ecology. The Royal Society Publishing, [s. l], p. 1-10, 28 ago. 2020.



56 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page