É COBRA OU NÃO?


Texto: Bryan da Cunha Martins


Muitas vezes ouvimos pessoas dizendo, por aí, os termos “cobra-cega” ou “cobra-de-duas-cabeças”, você já ouviu? Mas será que são cobras de fato? Vamos solucionar, de vez, esta questão!


Figura 1: Animais listados no texto.


Origem dos termos

Os termos “cobra-cega” e “cobra-de-duas-cabeças” são utilizados para designar animais que possuem estas características associadas ao formato serpentiforme do corpo, entre outras características. Para as pessoas que conhecem, de cara conseguirão identificar e diferenciar ao animais em questão. Você conseguiria?

Vamos fazer assim, olhe a figura 1 e identifique nela presentes! Você consegue!


Mas o que é uma cobra?

Você sabe definir o que seria uma cobra? Vamos lá! As cobras (ou serpentes) são animais que estão inclusas no grupo que conhecemos como “répteis”. No geral, as espécies deste grupo possuem escamas e são ectotérmicos, ou seja, possuem “sangue frio” (figura 1-a). As cobras, em específico, assim como as anfisbenas (em sua maioria), são ápodes. Como assim? Bom, é bem simples! Animais ápodes são aqueles que não possuem membros.


E cobra-cega?

O termo “cobra-cega” é comumente utilizado para se referir a um anfíbio da ordem Gymnophiona (figura 1-b), as cecílias! Estes animais também podem ser confundidos com minhocas, animais do Filo Anelida (longe de ser serpente, tá!?). A palavra “cobra” a gente entende (o animal possui corpo que se parece com o de uma serpente), mas e “cega”? As pessoas associam cegueira à este animal pois o mesmo possui olhos muito pequenos, quase imperceptíveis, uma vez que possuem hábito fossorial (escavador). Mas, a título de curiosidade, será que elas são mesmo cegas? Bom, segundo estudiosos, parece mesmo que as cecílias não enxergam, somente percebem a luminosidade. Em parte, isso está certo!


Cobra-de-duas-cabeça

Esta sim é um réptil (figura 1-c), igual as serpentes! Mas será que é cobra também? Vamos ver!

Sim ou não, eis a questão! A resposta é não, as anfisbenas não são serpentes! Parece, né? Inclusive, elas são mais próximas dos lagartos do que das serpentes(algumas espécies até podem desprender a cauda, como as lagartixas que provavelmente você já viu!)! Uma diferença visível pode ser notada no corpo. Nas anfisbenas, uma série de “anéis” com escamas são visíveis. Nas serpentes isso não acontece, as escamas são visíveis, mas não forma anel. Outra característica bem legal é a cauda que se assemelha muito com a cabeça (daí “cobra-de-duas-cabeças”).


Cobra-de-vidro